jusbrasil.com.br
25 de Junho de 2018
    Adicione tópicos

    Auditório lotado na apresentação de ¿Por Elas¿ no Dia Internacional da Mulher

    O Dia Internacional da Mulher foi comemorado pelo Centro Cultural do Poder Judiciário (CCMJ) com a apresentação especial da leitura dramatizada da peça “Por Elas”. A programação também fez parte das atividades da 10ª Semana da Justiça pela Paz em Casa.

    A noite chuvosa de 8 de março não impediu que o público comparecesse para assistir ao espetáculo. A Sala Multiuso do CCMJ ultrapassou sua lotação máxima de 60 lugares e foram colocadas cadeiras extras, e mesmo assim 15 pessoas voltaram para casa sem poder ver o espetáculo. Na plateia, bastante diversificada de jovens e adultos de todas as idades, a presença de um grupo de professores e alunos do Programa de Educação de Jovens e Adultos (Peja) da Escola Municipal Doutor Cocio Barcellos, além de servidores, magistrados do TJRJ e o público em geral que riu, chorou e se impactou com o coro de mulheres da peça que encarna o preconceito e a ambiguidade da sociedade frente à violência doméstica.

    A juíza Elizabeth Louro, titular do Tribunal do Júri, deu seu depoimento: “Adorei o texto, os diálogos, as representações. A atriz que faz a personagem “Ieda” é maravilhosa. A personagem que mora na favela é espetacular, o ator também é maravilhoso. Adorei a narração com o resultado dos processos de cada um dos agressores. O espetáculo é magnífico. Na próxima apresentação, virei com a minha filha.”

    A estagiária Neyva Lima deixou seu comentário na Pesquisa de Opinião do CCMJ: “Trabalho maravilhoso. Como preta e favelada, quero agradecer por representarem tantas mulheres que sofrem diariamente. Obrigada por espalhar esses dados para todos e por ser tão magnífico”.

    Na rede social, Danielle Nasser deixou seu depoimento: “Foi incrível, saí emocionada. E agradeço por isso, por despertar minha indignação sobre o tema, por me fazer ficar mais atenta a isso e por falar de um tema que muitos querem esconder. Parabéns a todos, achei a proposta incrível e a atuação completamente envolvente. Obrigada”.

    Esses comentários reafirmam que a peça segue cumprindo o seu objetivo: contribuir com a prevenção e o enfrentamento da violência contra a mulher

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)