jusbrasil.com.br
19 de Outubro de 2017
    Adicione tópicos

    Justiça converte prisão provisória em preventiva de nove acusados por milícia em Duque de Caxias

    O juízo da 3ª Vara Criminal de Duque de Caxias converteu nesta quarta-feira, dia 11, a prisão temporária em preventiva de nove acusados de associação criminosa para prática de diferentes crimes no município da Baixada Fluminense como: extorsão de moradores, motoristas de vans e comerciantes, além de furto de sinal de TV a cabo, exploração ilegal de venda de gás, porte de arma e homicídio.

    São acusados por integrarem a milícia: Pedro Paulo da Silva Figueiredo, Nilton Alves Soares da Silva (o Gordinho ou Super Choque), Cristiano Oliveira Alves dos Santos Junior (o Batata), Fabrício Correa da Silva, Fernando da Fonseca Miranda, Jorge Paulo Evangelista Alves, Guilherme de Souza Barbosa, Lucas Gonçalves Claudino e Cirley Thales Fonseca dos Santos.

    “A prova da existência do crime e os indícios de autoria estão presentes, consubstanciados nas declarações prestadas em sede policial. Vislumbra-se situação concreta de que os acusados, em liberdade, persistirão na prática dos atos criminosos, havendo iminente risco de frustrarem a aplicação da lei penal, evadindo-se”, destacou texto da decisão.

    Processo nº: 0057395-86.2017.8.19.0021

    JM/AB

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)