jusbrasil.com.br
17 de Janeiro de 2022
2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro TJ-RJ - APELAÇÃO : APL 0133725-68.2009.8.19.0001 RIO DE JANEIRO CAPITAL 1 VARA CIVEL

Detalhes da Jurisprudência
Órgão Julgador
VIGÉSIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL CONSUMIDOR
Partes
APELANTE: WALTER GUERRA NETTO, APELADO: UNIMED RIO COOPERATIVA DE TRABALHO MEDICO DO RIO DE JANEIRO LTDA
Publicação
04/04/2016
Julgamento
31 de Março de 2016
Relator
ARTHUR NARCISO DE OLIVEIRA NETO
Documentos anexos
Inteiro TeorTJ-RJ_APL_01337256820098190001_e79cd.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

APELAÇÃO CÍVEL. SENTENÇA QUE JULGOU IMPROCEDENTE A PRETENSÃO AUTORAL. RECURSO DA PARTE AUTORA A QUE SE NEGA PROVIMENTO.

No caso em exame, a parte Autora não logrou êxito em provar o fato constitutivo do seu direito, notadamente o dano ou o ato ilícito praticado pela Ré. A perícia concluiu que o Autor não amputou a falange distal do dedo, pois não ocorreu perda óssea, ocorrendo, sim, perda tecidual da ponta do dedo. Verificou, também, que não houve falha por parte da Demandada, ao não fazer o reimplante, vez que, não estando aderido ao dedo, o tecido não permite reimplante, não sendo possível o retalho cutâneo nessa situação. Além do mais, não houve demora no atendimento médico, porque a cirurgia se iniciou em menos de duas horas após o ingresso do Autor no nosocômio. Nesse cenário, conclui-se que não há qualquer falha na prestação do serviço a ser imputada à Ré, devendo, portanto, os pedidos serem julgados improcedentes.
Disponível em: https://tj-rj.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/342661658/apelacao-apl-1337256820098190001-rio-de-janeiro-capital-1-vara-civel