jusbrasil.com.br
28 de Junho de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro TJ-RJ - APELAÇÃO: APL 0001765-03.2016.8.19.0014

Detalhes da Jurisprudência

Órgão Julgador

OITAVA CÂMARA CÍVEL

Partes

APELANTE 1: CDG CENTRO COMERCIAL LTDA., APELANTE 2: INTERATIVA BOULEVARD PERFUMARIA E COSMÉTICOS LTDA EPP, APELADO: OS MESMOS

Publicação

11/05/2021

Julgamento

4 de Maio de 2021

Relator

Des(a). NORMA SUELY FONSECA QUINTES

Documentos anexos

Inteiro TeorTJ-RJ_APL_00017650320168190014_f4721.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

APELAÇÃO CÍVEL. RENOVATÓRIA DE LOCAÇÃO NÃO RESIDENCIAL. LOJA EM SHOPPING CENTER. PROCEDÊNCIA PARCIAL DO PEDIDO PARA RENOVAÇÃO DA LOCAÇÃO E REDUÇÃO DA VERBA LOCATIVA. RECURSO DE AMBAS AS PARTES. ENQUANTO O LOCADOR PRETENDE O RESTABELECIMENTO DO ALUGUEL MENSAL NO PERCENTUAL DE 5% DO FATURAMENTO BRUTO, A LOCATÁRIA OBJETIVA A RETIFICAÇÃO DO PERCENTUAL DOS ÔNUS DE SUCUMBÊNCIA PARA 75% PELO LOCADOR E 25% PARA SI.

1) RENOVAÇÃO DA LOCAÇÃO QUE NÃO FOI OBJETO DE IMPUGNAÇÃO, TENDO TRANSITADO EM JULGADO ESTE CAPÍTULO DA SENTENÇA.
2) CONTRATO DE LOCAÇÃO QUE ESTABELECE ALUGUEL MENSAL DE 5% DO FATURAMENTO BRUTO DO LOJISTA, COM PREVISÃO DE "ALUGUEL MÍNIMO MENSAL REAJUSTÁVEL".
3) POSSIBILIDADE DE REVISÃO DO VALOR LOCATIVO EM AÇÃO RENOVATÓRIA, NÃO HAVENDO QUE SE FALAR EM PACTA SUNT SERVANDA.
4) LOCATÁRIA QUE PUGNOU PELA RENOVAÇÃO DO CONTRATO E REDUÇÃO DO ALUGUEL FIXO DE 5% PARA 4% DO FATURAMENTO BRUTO MENSAL E DO "ALUGUEL MÍNIMO MENSAL REAJUSTÁVEL" ATUAL DE R$4.414,01 PARA R$4.063,05. 5) LOCADOR QUE NÃO IMPUGNOU ESPECIFICADAMENTE O PEDIDO DE REDUÇÃO DO ALUGUEL FIXO DE 5% PARA 4% DO FATURAMENTO BRUTO MENSAL. INCONFORMISMO RECURSAL QUE NÃO MERECE PROSPERAR. NA VERDADE, O LOCADOR NÃO SE OPÔS À RENOVAÇÃO, FORMULANDO CONTRAPROPOSTA DE "ALUGUEL MÍNIMO MENSAL REAJUSTÁVEL" DE R$4.902,60 COM REAJUSTE DE 10% NO 1.º MÊS E 5% NO 13.º E 25.º MESES, JUNTAMENTE COM O IGP-DI DOS RESPECTIVOS MESES. CONCLUSÃO DA CONTESTAÇÃO PUGNANDO PELA IMPROCEDÊNCIA DO PEDIDO QUE SE ENCONTRA EM CONTRADIÇÃO COM OS FUNDAMENTOS DA RESPOSTA. 6) REALIZADA A COMPETENTE PROVA PERICIAL O ALUGUEL BASE FOI REDUZIDO PARA 4% DO FATURAMENTO BRUTO MENSAL E O "ALUGUEL MÍNIMO MENSAL REAJUSTÁVEL" FOI FIXADO EM R$4.996,71. 7) ÔNUS DA SUCUMBÊNCIA CORRETAMENTE DISTRIBUÍDOS NA PROPORÇÃO DE METADE PARA LOCADOR E LOCATÁRIA, UMA VEZ QUE A RENOVAÇÃO DA LOCAÇÃO OCORREU NO INTERESSE DE AMBOS, COM REDUÇÃO DO ALUGUEL BASE CONFORME PRETENDIDO PELA LOCATÁRIA E MAJORAÇÃO DO "ALUGUEL MÍNIMO MENSAL REAJUSTÁVEL" CONFORME PRETENSÃO DO LOCADOR. DESPROVIMENTO DOS RECURSOS.
Disponível em: https://tj-rj.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/1205713126/apelacao-apl-17650320168190014

Informações relacionadas

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 9 meses

Superior Tribunal de Justiça STJ - RECURSO ESPECIAL: REsp 1947694 SP 2021/0076281-5

Tribunal de Justiça de São Paulo
Jurisprudênciahá 9 anos

Tribunal de Justiça de São Paulo TJ-SP - Apelação: APL 0044503-17.2007.8.26.0114 SP 0044503-17.2007.8.26.0114

Tribunal de Justiça de São Paulo
Jurisprudênciahá 6 anos

Tribunal de Justiça de São Paulo TJ-SP - Apelação: APL 1013655-13.2014.8.26.0008 SP 1013655-13.2014.8.26.0008

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
Jurisprudênciahá 3 anos

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Cível: AC 10525150056907001 MG

Tribunal de Justiça do Paraná
Jurisprudênciahá 24 anos

Tribunal de Justiça do Paraná TJ-PR - Apelação Cível: AC 1136196 PR Apelação Cível - 0113619-6