jusbrasil.com.br
28 de Setembro de 2021
2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro TJ-RJ - APELAÇÃO : APL 0145601-25.2017.8.19.0038

Detalhes da Jurisprudência
Órgão Julgador
NONA CÂMARA CÍVEL
Partes
AUTOR: MARIA DA CONCEIÇAO MONTEIRO RIBEIRO, RÉU: FUNDO UNICO DE PREVIDENCIA SOCIAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO RIOPREVIDENCIA, PROC. DO ESTADO: FLÁVIO GUIMARÃES GONÇALVES
Publicação
12/04/2021
Julgamento
8 de Abril de 2021
Relator
Des(a). ADOLPHO CORREA DE ANDRADE MELLO JUNIOR
Documentos anexos
Inteiro TeorTJ-RJ_APL_01456012520178190038_a4aff.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

DIREITO DE FAMÍLIA.

Pleito para concessão de pensão por morte de ex-servidor estadual aposentado, sob alegação de convivência em união estável. Para que a união estável seja reconhecida é necessária a convivência duradoura, pública e contínua e estabelecida com objetivo de constituiçãode família, como dispõe o artigo 1.723do Código Civil. Parte autora que não conseguiu provar o fato constitutivo do seu direito. Majoração dos honorários advocatícios em sede recursal. Improvimento.
Disponível em: https://tj-rj.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/1203952165/apelacao-apl-1456012520178190038

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro
Jurisprudênciahá 3 anos

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro TJ-RJ - APELAÇÃO : APL 0431257-14.2016.8.19.0001 RIO DE JANEIRO CAPITAL 16 VARA FAZ PUBLICA

Apelação Cível. Direito Previdenciário. Rioprevidência. Pedido de habilitação para recebimento de pensão por morte formulado por ex-companheira de servidor do Estado do Rio de Janeiro, falecido em maio de 2012. Indeferimento administrativo por falta de provas da constituição de entidade familiar. Improcedência. Recurso …